sábado, 4 de novembro de 2017

Diferença entre Depressão Pós-Parto e Baby Blue ou Melancolia Pós-Parto


Os primeiros dias após o nascimento do bebê são um misto de sentimentos para as mães, sendo os hormônios os principais responsáveis por essa mudança. Reações como angústia e tristeza são normais no puerpério, mas a família deve ficar atenta para notar quando o comportamento da mulher indica depressão, doença séria que exige acompanhamento médico.
O ‘Baby blues’ é um termo que se usa quando a gente se refere à tristeza puerperal ou pós-parto, que afeta de 80 a 85% das mães durante os dias que seguem ao parto, provavelmente devido às alterações hormonais que estão sofrendo neste momento crucial das suas vidas, ainda que também o cansaço, o nervosismo e a falta de sono possam acarretar essa nova situação. 
Como diferenciar um do outro?
"Enquanto o baby blues é passageiro, causado apenas pelas alterações hormonais bruscas que a mulher sofre no pós-parto e não precisa de nenhum tratamento, a depressão tem antecedentes - ou seja, não é ocasionada pela gravidez ou pelo nascimento da criança - e precisa de acompanhamento médico, inclusive com tratamento químico", diz Rita Calegari, psicóloga do Hospital São Camilo, em São Paulo.
Para amenizar os sintomas e até mesmo tentar evitar a depressão pós-parto, podemos fazer o seguinte:
  1. Dormir quando o bebê estiver dormindo.
  2. Delegar as tarefas de casa.
  3. Mantenha uma alimentação equilibrada.
  4. Não se sentir obrigada aos compromissos sociais.
  5. Pedir ajuda ao companheiro e compartilhar com ele o que está sentindo, sabendo que a convivência com o bebê implica num aprendizado mútuo.
  6. É muito importante a ajuda das avós, familiares próximos ou amigos porque se cria ao redor da nova mamãe uma rede de apoio que a ajudará a superar esta etapa. 
  7. Converse com a sua família, fale sobre o que está sentindo, peça ajuda.
  8. Converse com seu médico sobre o que está sentindo.
  9. E sempre que possível meditar! A meditação é uma das melhores formas de nos conectarmos com nossa essência e nos fortalecermos para passar por esta fase de forma mais tranquila!!


E lembre-se, quando nasce uma criança, nasce também uma mãe! Não se cobre tanto, e saiba que você está aprendendo e se adaptando a esta nova realidade!


0 comentários


EmoticonEmoticon

Proxima Proxima
Anterior Anterior